Agosto 23, 2018 |

O Que São Radicais Livres? Como Eles Influenciam no Envelhecimento? Onde Estão Presentes?


O Que São Radicais Livres? Como Eles Influenciam no Envelhecimento? Onde Estão Presentes?

Aprenda de uma vez por todas o que são os radicais livres, o que eles podem fazer e como evitá-los!

Você já percebeu que quando pesquisamos sobre tratamento facial, dicas para manter a pele rejuvenescida e saudável, melhores produtos para o rosto e outros assuntos relacionados, sempre aparecem os tais dos radicais livres?

Esse é um termo que às vezes passa batido, já que podemos não saber o que significa, mas quando se trata da saúde e da beleza da nossa pele, todo detalhe é muito valioso!

Para que isso não aconteça mais, nós reunimos as principais informações sobre os radicais livres. Assim, já estaremos preparadas para combater esses agentes que podem fazer tão mal para a nossa cútis.

Afinal de Contas, o Que São os Radicais Livres?

São substâncias que podem danificar as estruturas da nossa pele e acelerar o seu envelhecimento. Eles são produzidos naturalmente quando as células do corpo queimam oxigênio para produzir energia.

Isso significa que todas as pessoas têm radicais livres, já que as células precisam de energia para que o organismo se mantenha em perfeito funcionamento.

Os Radicais Livres me Fazem Precisar de um Tratamento Facial?

Eles podem prejudicar as células saudáveis do organismo. Um dos efeitos mais conhecidos é o ataque às células da pele, o que nos faz procurar por um bom tratamento facial, mas os radicais livres podem danificar até mesmo as moléculas de DNA.

Quem sabe como identificar o envelhecimento precoce entende que a produção em excesso dos radicais livres está diretamente relacionada. Além de serem produzidos naturalmente pelo organismo, eles podem ter sua concentração aumentada devido a fatores externos.

Sua ação na pele muda as funções biológicas das proteínas. O colágeno, por exemplo, que mantém a pele firme e elástica, passa a ser degradado. O resultado é uma flacidez mais pronunciada na pele.

Além disso, o corpo começa a estocar elastina, que é uma das características do envelhecimento precoce da pele causada pelo excesso de radiação solar.

tratamento facial

Como Eles São Produzidos?

Com a queima do oxigênio para a produção de energia por parte das células, mais ou menos como um efeito colateral. Isso não pode ser evitado, mas algo que muitas pessoas não sabem é que outros fatores também resultam em seu aparecimento.

O assunto está em alta hoje em dia, mas os radicais livres só foram descobertos mesmo no ano de 1995, quando dois bioquímicos perceberam que muitos seres vivos que respiram produziam uma enzima com objetivo de combater um radical derivado do oxigênio.

Isso chamou muito a atenção, já que o oxigênio, tão importante para a vida, tinha efeitos colaterais reais, tanto que o próprio organismo sintetizava uma substância para combater esses efeitos.

De lá para cá, várias pesquisas foram feitas sobre o assunto, até que se chegou à conclusão que 2 a 5% do oxigênio que respiramos gera radicais livres.

Um adulto respira de 12 a 20 vezes por minuto, ou seja, de 720 a 1.200 vezes por hora e de 17.280 a 28.800 vezes por dia. Na melhor das hipóteses, 346 respirações diárias produzem radicais livres, mas na pior delas, o número pode chegar a 1.440.

Os Radicais Livres Vêm de Outras Fontes?

Sim. É nessa hora que você deve estar pensando: “Como é possível se livrar deles se são sintetizados pelo próprio organismo?”, o que é uma dúvida plausível, mas pode continuar respirando tranquilamente, já que a solução é outra.

A maioria dos radicais livres produzidos pela queima do oxigênio do organismo é combatida pelas próprias enzimas que também são sintetizadas pelo nosso corpo, ou seja, o placar fica no zero a zero.

O grande problema é que os radicais livres também podem aparecer devido a alguns fatores externos, e esses não conseguem ser combatidos com tanta eficácia pelo nosso organismo.

A influência que a poluição tem na sua pele é justamente a produção de mais radicais livres, o que pode fazer com que você tenha que se submeter a um tratamento facial mais cedo do que pensava.

A radiação ultravioleta é outro fator que resulta no aparecimento de mais radicais livres, assim como o consumo de álcool e os pesticidas que são utilizados para o controle de pragas nas lavouras.

Se você pretende parar de fumar, saiba que os cigarros também ajudam a produzir mais radicais livres no organismo, além de um dos problemas mais sérios do século XXI: o estresse.

Como se Livrar dos Radicais Livres?

Algumas dicas podem fazer com que você não sofra as complicações causadas pelos radicais livres. Dá só uma olhada:

Evite os Fatores Causadores

Tudo o que você puder fazer para evitar o estresse, o contato com pesticidas, a radiação ultravioleta, o consumo de álcool e de cigarros e a poluição ambiental fará a concentração de radicais livres diminuir, além de te proporcionar uma vida mais saudável.

Pode dar um pouco de trabalho, é verdade, ainda mais com fatores que não dependem diretamente de nós, como o estresse e os pesticidas, mas tentar manter a calma e escolher alimentos com menos agrotóxicos são boas sugestões.

Adote Antioxidantes na Dieta

A finalidade dos antioxidantes é se conectar aos radicais livres e equilibrá-los, o que faz com que eles não prejudiquem mais a nossa pele e o corpo como um todo. É por isso que um bom tratamento facial é feito com o auxílio de cosméticos ricos em antioxidantes.

Eles podem ser introduzidos através de uma alimentação saudável. A vitamina A pode ser obtida na abóbora e nas cenouras, enquanto a vitamina C está em frutas cítricas e vegetais verde escuros e a vitamina E aparece em grãos e certos vegetais.

Selênio, zinco, isoflavona, licopeno e catequina estão entre as outras vitaminas que devem aparecer na sua dieta. Ao consumir todo tipo de alimento de forma equilibrada, os radicais livres podem deixar de ser um problema.

Obtenha os Antioxidantes de Outras Formas

Com a correria e as situações do dia a dia, nem sempre é possível começar uma alimentação saudável e que providencie todos os antioxidantes que precisamos, mas ainda tem solução.

Seja em um tratamento facial ou para cuidar do organismo, é possível utilizar antioxidantes por via oral (na forma de medicamentos) ou na pele, com bons cremes e cosméticos.

Assim, os seus níveis serão balanceados e o organismo conseguirá combater os radicais livres com mais eficiência.

tratamento facial

Mantenha os Radicais Livres o Mais Distante Possível!

Nosso organismo produz automaticamente os radicais livres, mas o maior problema está nos que vêm de fora. Por isso, é importante adotar todas as precauções para que eles não causem problemas à nossa saúde e à pele.

Então, alimente-se bem, evite os raios ultravioleta com um protetor solar, tente manter a tranquilidade no dia a dia e invista em um creme antissinais rico em antioxidantes para o seu tratamento facial. Assim, você conseguirá vencer os radicais livres!